lunes, 25 de noviembre de 2013

Pudim de tapioca II (receita fria)

Como eu disse no post anterior, recentemente, fui ao Café São Jorge aqui em João Pessoa (propaganda gratuita), adorei o pudim de tapioca de lá e tentei fazer uma receita parecida em casa.

Minha primeira tentativa foi uma receita quente bem tradicional, que ficou gostosa, mas não ficou com a textura que eu queria. Para tentar obter a textura que eu queria, resolvi fazer uma segunda rodada, mas agora com uma técnica fria (quer dizer: não vai ao fogo).

Reduzi a quantidade de tapioca (só pra lembrar, é da granulada, e não da utilizada para fazer tapioca de frigideira), tirei os ovos e acrescentei creme de leite.

Esta receita também pode ser desenformada (como dá pra ver na foto), mas ela não se sustenta por muito tempo - caso seu objetivo seja desenformar, sugiro acrescentar um pouco mais de tapioca à massa e deixar gelar por alguns minutos no freezer antes de servir (não testei, mas imagino que essa técnica funcionaria).

Ingredientes
200g de tapioca
600ml de leite
200ml de leite de coco
200ml (uma caixinha) de creme de leite
leite condensado
coco ralado

Preparo
Misture o leite de coco, o leite, o creme de leite e 100g de leite condensado (eu queria que ficasse apenas levemente adocicado. Caso você prefira mais doce, aumente esta quantidade).
Mistura antes de a tapioca hidratar


Acrescente a tapioca e misture bem (para não empelotar). Não se assuste com o fato de a mistura ficar muito líquida nesse começo - depois de algum tempo, a tapioca começa a hidratar e a mistura ganha consistência.

Guarde na geladeira de um dia para o outro.

Mistura após a tapioca hidratar
No dia seguinte, você vai reparar que a tapioca está bem hidratada (aproveite para provar o açúcar e, se necessário, acrescente um pouco mais de leite condensado e mexa bem) e despeje a mistura em ramequins.



Sirva gelado, acompanhado de coco queimado e um pouco (bem pouco) de leite condensado.

E bom apetite!

4 comentarios:

Guloso e Saudável dijo...

Bom dia Daniel,
Esta receita também é interessante, há que fazer as duas para selecionar a melhor.
Beijo, boa semana,
Vânia

D Augusto dijo...

Olá Daniel

Nunca sei o que é esta tapioca que o povo usa na receita. Vou dar uma olhada nos mercados por aqui.
Das duas opções acho que gostei mais da fria. É mais prática rsrs.

Um beijo

www.amsk.org.br dijo...

Gostei mais dessa...vamos levar pra cozinha da Bertha.

bjs muitos

Daniel dijo...

Vânia: pro meu gosto, a receita fria ficou mais gostosa.

D'augusto, a tapioca que usei nessas receitas é a tapioca granulada. só não confundir com a goma de tapioca. a granulada é própria pra doces, bolos e afins e a goma de tapioca é usada para fazer aquela tapioca de frigideira - a que parece uma panqueca. se te consola, até alguns anos atrás (antes de mudar pra JP, eu nem sabia o que era tapioca.. hehehe)

Meninas dos vourdons, se vocês testarem a receita, me contem se gostaram. XD