viernes, 29 de noviembre de 2013

Fazendeiro urbano

Concluindo a saga das pimentas (que comprei em BH, usei pela primeira vez aqui, falei sobre a vida e quase morte aqui e o renascimento aqui), estão nascendo pimentas jalapeño lá em casa.

As duas primeiras fotos à direita mostram a primeira jalapeño que colhi em casa (uma só da pimenta e outra com um garfo ao lado, para dar noção de perspectiva).

E, nas duas fotos à esquerda, um guacamole que fiz usando minha home made jalapeño (já publiquei receita de guacamole aqui, então não vou publicar de novo: é a mesma receita, só que com pimenta recém colhida e picada).






E, para terminar o momento fazendeiro urbano, foto das três pimentas que colhi hoje cedo....

... e do pé de Ghost Pepper (que mencionei aqui e aqui), que está começando a dar flor (como dá pra ver na foto à direita) e gerar algumas primeiras pimentas.

A dúvida agora é: o que arrumar com Ghost Pepper em casa?!?

4 comentarios:

Guloso e Saudável dijo...

Oi Daniel,
Gostei de ver os progressos do fazendeiro urbano, certamente que o prazer em saborear é maior.
Beijo, bom final de semana,
Vânia

www.amsk.org.br dijo...

...e com muito orgulho.
A pimenta supera.

bjs nossos

www.amsk.org.br dijo...

É tempo de ler as linhas da mãos, com sabedoria e altivez,
com humildade e discernimento.
Se a sorte te visita,
não a deixe fugir,
Se a tristeza te acompanha,
te esforça para recordar os momentos felizes,
a sabedoria sempre encontra o caminho,
a serenidade sempre recobra os sentidos,
a magia sempre ilumina a alma
o céu te protegerá por teto,
as estrelas por manto,
e que a liberdade seja sempre gaiola aberta
a guiar serenamente,
as estradas que se abrem.
Porque são nas linhas da tua mão
que se contam as vitórias,
que se tece o tempo,
que se constrói o presente
que se aprende com o passado
que se colhe o futuro.


Nevo Bersh e Lacho Krechuno

(Feliz Natal e Próspero Ano Novo)

Guloso e Saudável dijo...

Bom dia Daniel,
Que este Natal e Ano Novo encha os nossos corações de amor, paz e harmonia! Feliz Natal e um Ano Novo repleto de esperança.
Beijos,
Vânia