jueves, 21 de junio de 2012

Conchiglioni recheado com purê de ervilhas

Este foi para levar para o trabalho - para confraternizar com o pessoal. Por isso, não tenho fotos do prato final (depois de assado e servido).









Ingredientes para o molho branco
0,5 colher (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de manteiga
0,5 cebola média (picada)
sal e pimenta do reino (a gosto)
0,5 colher (sopa) de farinha de trigo
leite

Em uma panela, aqueça o azeite e a manteiga e frite a cebola (até ela começar a ficar transparente). Acrescente sal e pimenta do reino (a gosto) e polvilhe a farinha sobre a cebola. Mexa bem (para que a farinha doure e não empelote). Aos poucos, acrescente o leite, mexendo bem (para que não empelote).

Usei, aproximadamente, 200ml de leite nesta receita (mas essa quantidade pode variar, caso você prefira um molho mais denso ou mais ralo).



Ingredientes para o purê de ervilhas
1-2 colheres (sopa) de manteiga
3-4 dentes de alho
sal e pimenta do reino (a gosto)
2 pacotes (300g) de ervilhas congeladas (não use ervilhas em conserva - o resultado não fica nem parecido)
1 colher (sopa) de queijo gorgonzola

Em uma panela, derreta a manteiga e frite, levemente, o alho (não é necessário deixar dourar). Acrescente o sal e a pimenta (a gosto) e as ervilhas congeladas (nem precisa deixar descongelar antes). Mexa bem, para que toda a ervilha entre em contato com o tempero.

Quando a ervilha estiver cozida, bata-a em um liquidificador ou processador de alimentos) até conseguir a consistência de um purê. Acrescente o queijo gorgonzola (apenas uma colher, para saborizar).

Reserve.

Para a massa
250g de conchiglioni (pasta grano duro - que é uma massa que demora um pouco mais a cozinhar e fica mais naturalmente al dente quando pronta)
2,5-3 litros de água

Antes de começar a preparar, eu recomendo contar as conchas de massa, arranjando-as ainda cruas, na forma, para saber com mais precisão quantas usar.

Ferva a água (com a panela tampada, para conseguir uma temperatura um pouco mais elevada). É possível colocar um pouco de azeite, sal e até mesmo alguns dentes de alho ou outros temperos nessa água.

Coloque a massa na água fervente e cozinhe por 7min (mexendo de vez em quando, para a massa não grudar). Optei por 7min porque deixei a massa, já montada,  na geladeira, da noite para o dia e não queria que ela ficasse muito mole na hora de servir (no dia seguinte). Se eu estivesse fazendo para comer na hora, provavelmente eu cozinharia por 9min.

Escorra a massa mas NÃO descarte a água: essa água do cozimento tem amido e pode ser usada para engrossar o molho de tomates, indicado a seguir:


Ingredientes para o molho de tomates
0,5 cebola média
1 lata de tomates
sal, pimenta do reino e outros temperos (a gosto)
água do cozimento da massa

Gosto de usar esses tomates sem pele, conservados em suco de tomate. Eles são vendidos em latas e são relativamente fáceis de encontrar (e costumam custar quase a mesma coisa que um molho de tomates industrializado). Eles não exigem horas de cozimento (para conseguir um molho de tomates leve).

Este é um molho bastante básico: doure a cebola na panela, tempere a gosto e despeje os tomates (picados grossamente). Mexa, acrescente a água do cozimento da massa (como eu disse, essa água tem amido, o que ajuda o molho a ficar mais espesso). Prove o tempero e utilize


Entre esta primeira foto...

...e esta segunda, 15min se passaram
Para a montagem final
Faça uma camada de molho branco no fundo da forma (isso vai ajudar a fixar o conchiglioni na forma). Também coloquei queijo parmesão ralado por cima do molho (não mencionei o queijo em outras partes desta receita, mas usei, ao todo, menos de 100g.)

Recheie o conchiglioni com o purê de ervilhas (sim, é necessário fazer um a um, mas esse trabalho é rápido: considerando o horário da foto em que eu havia recheado apenas o primeiro e o horário da foto em que eu já havia recheado todos, gastei 15min para completar a forma - e dá para ser mais rápido, mas eu não estava com pressa) e aranje-os na forma.

Cubra a massa, já recheada, com o molho de tomates.

E rale um pouco mais de queijo por cima da massa (usei parmesão, mas é possível usar outros queijos, como a tradicional mussarela).

Como eu disse antes, essa massa ficou da noite para o dia na geladeira porque fiz para levar para o trabalho  - mas esse passo não é necessário (no entanto, caso você esteja fazendo para servir no mesmo dia, sugiro aumentar um pouco o tempo de cozimento da massa).



Leve ao forno antes de servir, por, aproximadamente 15min (considere o tempo de aquecer a massa, o molho e o recheio). E bom apetite!

4 comentarios:

Guloso e Saudável dijo...

Olá Daniel,
O puré de ervilhas tem uma cor linda, o conchiglioni, ficou muito apetitoso, nutritivo, delicioso, ótima sugestão de receita.
Beijo

www.amsk.org.br dijo...

Coitado do pessoal do trabalho, ninguem trabalhou de tarde né???
Esse purê tem uma cor divina, penso ele com um creme de queijo e levemente apimentado...deve ser maravilhoso.

bjs nossos

D Augusto dijo...

Uau, essa massa tem uma apresentação INCRÍVEL não tem? Eu acho que já vi no mercado esse tipo de macarrão mas pelo que lembro só tinha uma maca e o preço era BEEM salgadinho. Será que tem outros tipos? O Macarrão da sua outra receita, me lembrei que deve ser massa fresca né? Normalmente massa assim tem aquele aspecto. São mais substanciosas e na minha opinião "pegam" bem mais o molho.

Um abraço e Boa semana

Larissa Banister dijo...

Daniel, nunca acho o conchiglioni assim grandão. Deve ter ficado uma delícia. Fiz teus tomates secos, vou fazer uma receita com eles e depois te digo. Beijos